Covid-19: Informações importantes

03/04/2020

Como todo mundo já percebeu, o mundo inteiro está numa situação delicada. Você provavelmente também está em isolamento social (ou deveria estar) e, nesse momento crítico, a informação é a nossa maior arma. Nós da Sakuras Esports preparamos para os próximos dias uma programação totalmente focada no COVID-19, trazendo pra vocês detalhes sobre o vírus, seus sintomas, como se prevenir e quais mitos já foram desmentidos. Estamos todas juntas na luta contra essa pandemia! Lave bem as mãos e venha se juntar a nós ‒ mas com um metro de distância, claro.

 

O que é o COVID-19?

Os coronavírus são uma família viral que causam infecções respiratórias semelhantes a resfriados e gripes. O novo agente que preocupa o mundo foi descoberto no final do ano passado; a província de Wuhan, na China, foi a origem dos primeiros casos, estes divulgados pelo governo chinês em dezembro de 2019. O novo coronavírus foi batizado de COrona VIrus Disease, ou COVID-19, sendo o 19 referente ao ano de sua descoberta. Atualmente, já são mais de 200 mil casos confirmados e 11 mil mortes ao redor do mundo.

 

Formas de contaminação

Embora outras formas de contaminação ainda estejam sendo estudadas, já foi confirmado que há transmissão através de contato direto com:

  • Infectados (aperto de mão, abraço…);

  • Objetos ou superfícies contaminadas logo antes de levar a mão à boca, nariz ou olhos;

  • Secreções contaminadas (saliva, gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro).

 

Sintomas

Os sintomas demoram, em média, de 5 a 12 dias para serem notados. Entretanto, estudos sugerem que um indivíduo infectado pode transmitir o vírus antes mesmo de apresentar quaisquer sintomas.

Os mais comuns da infecção do COVID-19 são febre alta e tosse (geralmente seca). Eventuais casos apresentam também cansaço, dor no corpo ou mal-estar, dor de garganta, dor de cabeça e falta de ar. A presença de coriza, espirros, nariz entupido e diarreia é mais rara.

 

COVID-19, rinite, gripe ou resfriado?

É muito importante isolar-se socialmente após apresentar os primeiros sintomas da COVID-19, portanto, vamos diferenciar a infecção viral de outras doenças com sintomas semelhantes.

  • A rinite alérgica geralmente apresenta como sinais: irritação nos olhos; coceira no nariz, olho ou garganta; tosse; nariz entupido; e espirros.

  • Já em casos de gripe, é mais comum sofrer de: dor muscular e nas juntas; dor de cabeça e de garganta; febre; nariz entupido; e tosse.

  • O resfriado vem acompanhado de tosse; nariz entupido; e dor de garganta.

 

Precauções

Para evitar o contágio e também evitar a propagação do vírus em casos suspeitos ou confirmados, a Organização Mundial da Saúde recomenda algumas precauções que devem ser tomadas:

  • Evite ambientes fechados e/ou abafados e/ou aglomerados, principalmente se você ou outro presente apresentar sintomas;

  • Evite contato ou proximidade (cerca de 2m) com infectados ou pessoas apresentando sintomas.

  • Lave frequentemente as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não tiver acesso a água e sabão, use álcool em gel, de preferência modelo 70%;

  • Se profissional de saúde, atente para os 5 momentos de higienização das mãos ao lavá-las;

  • Não compartilhe objetos pessoais, tais como talheres, lenços e até celulares;

  • Cubra com um lenço ou o cotovelo o nariz ou a boca ao espirrar ou tossir;

  • Evite tocar as mucosas dos olhos, nariz e boca sem higienizar as mãos primeiro;

  • Se possível, fique em quarentena em casa se apresentar sintomas respiratórios;

  • Limpe e desinfete objetos e superfícies tocados frequentemente;

  • Evite ingerir produtos de origem animal crus ou mal-cozidos.

 

Mitos

Em tempos de crise, Fake News borbulham sem parar. Aqui vamos desmentir alguns mitos sobre o COVID-19 que você pode ter visto por aí.

  • Ainda NÃO HÁ uma vacina para o COVID-19. Estudos e testes estão em vigor em diversos países, mas nenhuma substância está pronta para uso ainda.

  • Ainda NÃO HÁ um medicamento específico para tratar o vírus. No momento, o tratamento só diminui desconfortos causados pelos sintomas e minimiza as chances de piora do quadro.

  • O vírus NÃO morre em temperaturas quentes (26-27ºC) nem fica restrito na garganta por um período, nada impede a infecção de se espalhar pro resto do corpo. Logo, ingerir ou gargarejar líquidos quentes, mesmo com limão, alho ou vinagre, não previne nem mata o vírus, muito menos células cancerígenas.

  • Vinagre não é um desinfetante melhor que álcool em gel para higienizar as mãos. Apenas álcool em gel e água com sabão podem matar o vírus.

  • Água não previne a contaminação, não precisa “manter a garganta úmida”.

  • Tomar sol ou ingerir vitamina C não previne a contaminação.

  • A hidroxicloroquina ou reuquinol (remédio para a malária) não foi testada o suficiente para definir se é eficaz contra o vírus. A automedicação com esta droga pode trazer efeitos graves como arritmia cardíaca, convulsões e cegueira, e comprá-la só diminuirá sua disponibilidade para pessoas dependentes dela, como indivíduos com lúpus, artrite reumatoide e reumatismo.

  • Nunca é tarde demais para ir ao hospital; a infecção raramente se torna grave em pouco tempo se o indivíduo não for de um dos grupos de risco.

  • Não há evidências para acreditar que encomendas vindas de países infectados possam transmitir o vírus.

  • A máscara deve ser usada apenas por indivíduos apresentando sintomas ou indivíduos cuidando de pessoas apresentando sintomas (como profissionais de saúde ou parentes, por exemplo). Além disso, a pessoa deve aprender como usar, colocar e descartar uma máscara.

  • O uso de luvas não é efetivo contra o vírus se a pessoa não foi treinada para usá-las, pois pode acabar se contaminando da mesma forma.

  • O vírus não foi criado pela China para vender vacinas, ou derrubar a bolsa mundial, ou qualquer coisa parecida. Também não foi criado pela Globo para aumentar a audiência do Big Brother Brasil. Ou pela Pabllo Vittar para ir ainda mais longe. Só NÃO.

 

Fontes: Agência Lupa; World Health Organization; Ministério da Saúde; bula da hidroxicloroquina. 

Lana “Juno” Duarte

Diretora de Comunicação da Sakuras Esports, a caminho da formatura em Jornalismo e main Miss Fortune nas horas vagas.

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das novidades!

Sakuras Esports and DesignByCC | All rights reserved.